Home      |      Mais Rankings      |      Sistema de Pontuação      |      Competições      |      Contato

 

 

 

FLUMINENSE FOOTBALL CLUB

    O Fluminense Football Club, fundado em 21 de julho de 1902 numa casa localizada no bairro do Flamengo, é um dos mais antigos clubes brasileiros especializados na prática do futebol. Desde os seus primórdios, o Tricolor teve entre seus sócios representantes das famílias mais tradicionais do Rio de Janeiro. Inicialmente, o time de futebol utilizava uniformes nas cores branco e cinza. A primeira partida oficial realizou-se no campo do Paysandu Cricket Club, quando o Fluminense venceu o Rio Football Club por 8 a 0 em 19 de outubro de 1902.

    Em 15 de julho de 1904, após Assembléia Geral Extraordinária, o Fluminense trocou a camisa anterior pela tricolor. Em 22 de outubro de 1905 aconteceu a primeira partida entre Fluminense e Botafogo. Tal data marca o clássico de futebol mais antigo do Brasil, o chamado “Clássico Vovô”. Na ocasião, o Tricolor venceu o Alvinegro por 6 a 0.

    Em 1911, após a conquista do Campeonato Carioca, o Fluminense passou por problemas internos em seu departamento de futebol e muitos de seus jogadores acabaram migrando para o Flamengo, onde fundaram o departamento de futebol do clube em 8 de Novembro de do mesmo ano. Por falar nisso, o primeiro Fla-Flu da história foi disputado no dia 7 de julho de 1912, nas Laranjeiras. De um lado, com a camisa do Flamengo, grande parte do time que havia sido campeão carioca pelo Fluminense. Do outro, os reservas tricolores agora como titulares – apenas Oswaldo Gomes e James Calvert eram titulares anteriormente. Apesar de todo o favoritismo do Flamengo, o Fluminense se vingou dentro de campo, mostrou sua grandeza e venceu o jogo por 3 a 2. Se em 1911 o Fluminense viu muita gente ir embora do clube, em 1914 aconteceu o contrário. O América, campeão carioca de 1913, sofreu uma crise parecida com a do Fluminense e, com isso, 70 americanos - entre jogadores e sócios - resolveram abandonar o clube e escolheram associar-se ao Tricolor.

    O Fluminense continuou sua trajetória vitoriosa. Nas três primeiras décadas do Século XX, por exemplo, podemos afirmar que se tratava do maior e mais vitorioso clube de futebol do Brasil – e muito bem organizado. Por falar em organização, vale destacar a conquista da Taça Olímpica, honraria atribuída pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) ao Fluminense em 1949, pelo fato de o clube ser um modelo de organização desportiva para todo o mundo.

    Com relação ao futebol, as maiores glórias tricolores são a Copa Rio de 1952 - a segunda edição do mundial interclubes -, os quatro campeonatos nacionais – conquistados em 1970, 1984, 2010 e 2012 - e a Copa do Brasil de 2007 - além dos títulos regionais e estaduais.

    Em 1996, o Fluminense acabou rebaixado no Campeonato Brasileiro, mas uma denúncia de “escândalo na arbitragem” fez com que houvesse uma tremenda bagunça e, conseqüentemente, a chamada “virada-de-mesa” para evitar que o Tricolor e o Bragantino – que tinha como seu patrono um dirigente da própria CBF, Nabi Abi Chedid - fossem rebaixados. No entanto, no ano seguinte o Fluminense fez outra péssima campanha e acabou rebaixado novamente. Sem conseguir “virar a mesa”, o Flu participou da segunda divisão e, para piorar as coisas, foi rebaixado para a chamada “Terceirona”.

    Após disputar a Série C contra uma maioria de clubes pequenos, o time tricolor conquistou o acesso e ficou com o título de forma honrosa em 1999. No entanto, uma confusão envolvendo a CBF no ano seguinte fez com que o Fluminense e outros clubes acabassem participando do Campeonato Brasileiro – chamado nesta edição de Copa João Havelange e organizado pelo Clube dos 13 -, independentemente da divisão que ocupassem – inclusive, o Fluminense foi convidado a integrar o módulo dos clubes pertencentes à primeira divisão. Em 2001 o principal torneio nacional voltou a ser organizado pela CBF, mas deu-se um “jeitinho” para que Fluminense e Bahia fossem acomodados na primeira divisão sem a necessidade de disputarem a segunda – o São Caetano, vice-campeão da Copa João Havelange, foi outro time da segunda divisão que conseguiu assegurar uma vaga na elite do futebol brasileiro através dessa “nova virada-de-mesa”.

    Depois disso, o Fluminense voltou a se estruturar e a fazer campanhas de destaque. Foi vice-campeão da Copa Libertadores da América em 2008 e da Copa Sul-Americana em 2009 e ainda faturou a Copa do Brasil em 2007 e duas vezes o Campeonato Brasileiro,em 2010 e 2012. No entanto, no ano seguinte à última conquista nacional, ainda com o escudo de campeão no peito, o Fluminense protagonizou enorme vexame ao ser rebaixado para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro - mas pela terceira vez na sua história, não precisou disputar a segunda divisão por conta de uma nova "virada-de-mesa".

 

Principais Títulos

Mundiais: 90 pontos

1 Copa Rio (1952);

Nacionais: 200 pontos

1 Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1970);
1 Copa Brasil (1984);
2 Campeonatos Brasileiros (2010 e 2012);

Regionais: 30 pontos

2 Torneios Rio-SP (1957, 1960);

Estaduais: 300 pontos

30 Campeonatos Cariocas (1906, 1907*, 1908, 1909, 1911, 1917, 1918, 1919, 1924, 1936**, 1937, 1938, 1940, 1941, 1946, 1951, 1959, 1964, 1969, 1971, 1973, 1975, 1976, 1980, 1983, 1984, 1985, 1995, 2002, 2005 e 2012);
* Oficialmente, Fluminense e Botafogo foram declarados campeões, mas consideramos o Fluminense como o legítimo campeão.
** Confira a lista de "Outros Títulos".

Outros Títulos

Nacionais: 25 pontos

1 Copa do Brasil (2007);

Estaduais: 5 pontos

1 Campeonato Carioca (1936*);
* Campeonato realizado paralelamente ao que consideramos como "principal".

Total

650 pontos

 

 

 

Home   |   Mais Rankings   |   Sistema de Pontuação   |   Competições   |   Contato

 

Ranking de Clubes Brasileiros - Todos os direitos reservados