Home      |      Mais Rankings      |      Sistema de Pontuação      |      Competições      |      Contato

 

 

SANTOS FUTEBOL CLUBE

    No início do século XX, os esportes aquáticos ainda eram os mais praticados pelos jovens, mas o futebol começava a ganhar espaço. Na cidade de Santos, por exemplo, já existiam equipes que eram destaque no Campeonato Paulista, tais como o Clube Atlético Internacional - fundado em 1902 - e o Sport Clube Americano - fundado em 1903.

    O Internacional foi extinto em 1910 e o Americano transferiu-se para São Paulo, em 1911. Isso causou um descontentamento em alguns praticantes do esporte, que então decidiram criar o seu próprio clube na cidade. Sendo assim, em 14 de Abril de 1912 - curiosamente a mesma data do naufrágio do famoso transatlântico RMS Titanic - foi fundado o Santos Futebol Clube, atualmente o mais bem sucedido clube da história do futebol brasileiro - alcançou a liderança do ranking em 23 de Junho de 2011, após vencer a Taça Libertadores da América pela terceira vez.

    O primeiro jogo-treino da história do Santos foi realizado no dia 23 de junho de 1912, contra um combinado chamado Thereza Team. O Alvinegro, que até então era tricolor - azul, branco e dourado -, venceu por 2 a 1. Já o primeiro jogo oficial ocorreu em 15 de setembro daquele ano - vitória por 3 a 2, diante do Santos Athletic Club. Em 1916, o Santos adquiriu um terreno, construiu e inaugurou o Estádio da Vila Belmiro. Nos anos seguintes, chegou a montar boas equipes, mas só conseguiu seu primeiro título importante - o Campeonato Paulista - em 1935. Depois, enfrentou um incômodo jejum de títulos por 20 anos, até faturar o torneio estadual em 1955, 1956 e 1958, dando início ao melhor período de sua história - a década de 60.

    Além dos títulos, o Santos tornou-se conhecido no mundo inteiro por ter revelado Pelé, o maior futebolista de todos os tempos. O "Rei do Futebol" iniciou a carreira em 1956, com apenas 15 anos de idade. Dois anos depois, foi um dos mais importantes jogadores do Brasil na campanha que resultou na inédita conquista da Copa do Mundo. Já na década de 60, Pelé se consolidou como a principal estrela da seleção nacional - que chegaria ao tricampeonato mundial em 1970 - e também da maior equipe santista de todos os tempos. Vale destacar que nenhum outro clube brasileiro colecionou tantas glórias em apenas uma década como aquele time do Santos, que faturou todos os títulos possíveis - a maioria deles mais de uma vez - e somou 740 pontos entre 1 de Janeiro de 1960 e 31 de Dezembro de 1969 - o que lhe rendeu a liderança no ranking por décadas.

    O recorde de pontos do Santos em apenas uma temporada aconteceu em 1963, quando conquistou o Torneio Rio-São Paulo, a Taça Brasil, a Copa dos Campeões da América (nome oficial da Copa Libertadores na época) e a Copa Intercontinental, totalizando 215 pontos - 5 a mais do que havia alcançado no ano anterior.

    Após a chamada "Era Pelé", o clube enfrentou uma escassez de grandes conquistas até 2002, o que lhe fez perder a liderança do ranking e o título de "Campeão do Século" para o Palmeiras, em 2000 - com a conquista do Campeonato Brasileiro de 2002, o Santos imediatamente retomou a liderança do RCB. Em 2007, o alvinegro praiano novamente foi ultrapassado - desta vez pelo pelo São Paulo -, até retornar ao topo do futebol brasileiro em 2011, com as conquistas do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores da América. Com a conquista do torneio continental, o Santos garantiu vaga na Copa do Mundo de Clubes e teve a chance de aumentar sua vantagem no RCB. No entanto, acabou derrotado pelo Barcelona na decisão por 4 a 0.

    Líder do RCB, o Santos também é o clube brasileiro mais vezes campeão continental - ao lado do São Paulo, com três títulos da Taça Libertadores da América - e mais vezes campeão nacional - ao lado do Palmeiras -, com oito títulos equivalentes ao Campeonato Brasileiro - cinco deles conquistados consecutivamente entre 1961 e 1965.

 

Principais Títulos

Mundiais: 180 pontos

2 Copas Intercontinentais (1962 e 1963);

Continentais: 180 pontos

1 Copa Libertadores da América (2011);
2 Copas dos Campeões da América (1962 e 1963);

Nacionais: 400 pontos

2 Campeonatos Brasileiros (2002 e 2004);
5 Taças Brasil (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965);
1 Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1968);

Regionais: 45 pontos

3 Torneios Rio-São Paulo (1959, 1963, 1964*, 1966** e 1997);
* Oficialmente, Santos e Botafogo foram declarados campeões, mas consideramos que o legítimo campeão foi o Botafogo.
** Oficialmente, o título foi dividido com outras três equipes, mas consideramos que não houve vencedor nesta edição.

Estaduais: 220 pontos

22 Campeonatos Paulistas (1935, 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1969, 1973*, 1978, 1984, 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016);
* Oficialmente, o título foi dividido com a Portuguesa, mas consideramos o Santos como o legítimo campeão.

Outros Títulos

Mundiais: 45 pontos

1 Supercopa dos Campeões Intercontinentais (1968)*;
* A pontuação desta competição já contempla a "conquista" da primeira fase (Recopa Sul-Americana de Campeões Intercontinentais).

Continentais: 25 pontos

1 Copa Conmebol (1998);
1 Recopa Sul-Americana (2012);
1 Recopa Sul-Americana de Campeões Intercontinentais (1968)*;
* Oficialmente, é considerada uma competição independente da Supercopa dos Campeões Intercontinentais, mas na prática foi parte da primeira fase da mesma.

Nacionais: 25 pontos

1 Copa do Brasil (2010);

Total

1120 pontos

 

 

 

Home   |   Mais Rankings   |   Sistema de Pontuação   |   Competições   |   Contato

 

Ranking de Clubes Brasileiros - Todos os direitos reservados