Home      |      Mais Rankings      |      Sistema de Pontuação      |      Competições      |      Contato

 

 

 

CRUZEIRO ESPORTE CLUBE

    O Cruzeiro Esporte Clube foi fundado por desportistas da colônia italiana de Belo Horizonte em 2 de janeiro de 1921, com o nome de Societá Sportiva Palestra Itália – na época, mesmo nome do Palmeiras, fundado em 1914.

    A partir de 1925, passou a aceitar inscrições de atletas e associados que não fossem de origem italiana. Outra modificação feita foi o aportuguesamento do nome do clube, que passou a se chamar Sociedade Sportiva Palestra Itália.

    A primeira conquista significativa do Palestra foi o tricampeonato mineiro entre 1928 e 1930, sendo os dois últimos de forma invicta. Em 1942, devido à Segunda Guerra Mundial, o clube foi obrigado a mudar de nome – passou a ser chamado de Palestra Mineiro. Meses depois, passou a se chamar Ypiranga. No entanto, o novo nome só durou uma semana. Em 7 de outubro de 1942, numa nova reunião dos sócios e dirigentes, foi aprovado o novo nome do clube: Cruzeiro Esporte Clube - uma homenagem ao símbolo maior da pátria, a constelação do Cruzeiro do Sul.

    Sua primeira década de grande destaque foi a dos anos 60. Neste período, o Cruzeiro faturou sete campeonatos estaduais – cinco deles conquistados consecutivamente entre 1965 e 1969 – e o campeonato nacional de 1966, diante do Santos, de Pelé.

     Na década de 70, o Cruzeiro manteve-se em evidência ao conquistar mais cinco títulos estaduais e entrou para o seleto grupo de clubes campeões da Taça Libertadores da América em 1976 – neste ano, ainda teve a chance de se tornar campeão mundial interclubes, mas acabou derrotado pelo Bayern Munique, da Alemanha. Já nos anos 80, o Cruzeiro enfrentou problemas financeiros e amargou um período com poucas – e praticamente inexpressivas - conquistas.

    Se a década de 80 foi um período de “vacas magras”, o mesmo não se pode dizer da década de 90, a melhor da história cruzeirense - foram 271 pontos no ranking, entre campeonatos estaduais, regionais, nacionais e continentais. Seu melhor ano em termos de pontuação, no entanto, aconteceu nos anos 2000 - mais precisamente em 2003 -, quando conquistou o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, totalizando 83 pontos.

 

Principais Títulos

Continentais: 120 pontos

2 Taças Libertadores da América (1976 e 1997);

Nacionais: 200 pontos

1 Taça Brasil (1966);
3 Campeonatos Brasileiros (2003, 2013 e 2014);

Regionais: 21 pontos

1 Copa Centro-Oeste (1999);
2 Copas Sul-Minas (2001 e 2002);

Estaduais: 228 pontos

37 Campeonatos Mineiros (1926, 1928, 1929, 1930, 1940, 1943, 1944, 1945, 1956, 1959, 1960, 1961, 1965, 1966,1967, 1968,1969, 1972, 1973, 1974,1975, 1977, 1984, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 2003, 2004, 2006, 2008, 2009, 2011 e 2014);
1 Supercampeonato Mineiro (2002);

Outros Títulos

Continentais: 95 pontos

2 Supercopas Libertadores (1991 e 1992);
1 Copa Ouro Sul-Americana (1995);
1 Copa Master da Supercopa (1995);
1 Recopa Sul-Americana (1998);

Nacionais: 100 pontos

4 Copas do Brasil (1993, 1996, 2000 e 2003);

Estaduais: 6 pontos

2 Copas dos Campeões Mineiros (1991 e 1999);

Total

770 pontos

 

 

 

Home   |   Mais Rankings   |   Sistema de Pontuação   |   Competições   |   Contato

 

Ranking de Clubes Brasileiros - Todos os direitos reservados